NOTÍCIAS RÁPIDAS
NOTÍCIAS

Policial é indiciado por empurrar idoso em banco

08/09/2018
Fonte: Folha Max

A Corregedoria Geral da Polícia Judiciária Civil concluiu na última quinta-feira (6), o inquérito policial que apurou a conduta do investigador da PJC, Ailton Afonso Batista, 35,que atacou um idoso de 91 anos dentro de uma agência da Caixa Econômica Federal em Cuiabá, no dia 27 de julho deste ano.

 

De acordo com informações da assessoria, desde o primeiro dia, o caso passou a ser investigado pela Corregedoria. Foram ouvidas, além das partes envolvidas, 11 testemunhas que estavam no local.

 

Na conclusão do inquérito, o investigador foi indiciado, por abuso de autoridade e injúria real qualificada, praticada contra idoso.

 

O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público Estadual (MPE) e ao Poder Judiciário, para apreciação dos fatos. Uma segunda via do inquérito será analisada em âmbito administrativo disciplinar.

 

Caso

As informações são de que o idoso foi acusado de ter furtado a carteira do policial que por sua vez coagiu a vítima mostrando sua arma. Depois, empurrou o idoso de forma brusca derrubando-o no chão.

 

A agressão foi gravada por clientes que estavam dentro do banco e o vídeo divulgado nas redes sociais.

 

A confusão começou por conta do sumiço da carteira do policial. O homem alegou que o idoso teria roubado seus pertences.

 

Na filmagem, feita com uma câmera de celular, é possível ver o momento em que o policial dá voltas procurando algo. Em seguida, o idoso se aproxima e fica de frente com o policial, ao lado do balcão de envelopes para depósito, ergue a mão e fala para o policial não mostrar a arma para ele.

 

Nesse momento, o policial dá um empurrão no idoso que cai de costas no chão e é levantado com a ajuda de outros clientes do banco, que tentam defender ele.

 

Na época, além de tentar justificar a agressão, o policial também pediu perdão ao idoso e disse que estava sobrecarregado de serviço, porém ele estava licenciado. 

FACEBOOK