NOTÍCIAS RÁPIDAS
NOTÍCIAS

Mulher se revolta com intimação e agride oficial de Justiça em MT

06/09/2018
Fonte: Folha Max

Garota ainda rasgou farda de policial militar e ameaçou oficial de Justiça de morte

 

A oficial de justiça E.C. foi agredida e ameaçada por uma mulher na tentativa de entregar uma intimação, em Chapada dos Guimarães (65 km de Cuiabá). O caso ocorreu na tarde desta quarta-feira (5).

 

A vítima registrou um boletim de ocorrência. Ela relatou ao delegado Marcelo de Melo de Laet que se dirigiu até a casa de D.F para intima-lo e foi recebida pela filha dele. 

 

A moça informou que o pai não se encontrava na residência e ao ouvir da vítima que havia uma intimação em nome do pai, a mulher se alterou. “Toda semana é essa palhaçada e toda semana vem esses oficiais filhos da p... encher o saco”, esbravejou a agressora. 

 

A suspeita dizia que o pai "não havia pego dinheiro de ninguém" e começou a xingar a servidora pública. 

 

A oficial afirmou ao delegado que apenas exercia seu trabalho e que diante do desacato, iria acionar a Polícia Militar. Foi então que a agressora teria aberto o portão e partido para cima da servidora, que teve os cabelos puxados e chegou a cair no chão.

 

Segundo a vítima, os vizinhos escutaram seus gritos e conseguiram conter a agressora. Porém, ela tomou o celular da servidora para que ela não acionasse a PM. 

 

Os vizinhos auxiliaram E.C a retirar seu carro da frente da casa da agressora e aguardaram a chegada da PM. Quando os policiais chegaram, se depararam com a suspeita lavando roupa tranquilamente.

 

Quando abordada, a agressora começou a ofender os militares e partiu para cima deles também, chegando até mesmo a rasgar a farda de um deles. Ela ainda dizia que "era parente de um coronel que iria f... com a vida dos policiais" e continuava se negando a devolver o celular da vítima. 

 

Mesmo quando foi contida e algemada, a agressora continuou com as ameaças. Ela disse para a oficial de Justiça que ela “não iria amanhecer viva, que iria matá-la e que ela ia pagar pelo o que estava acontecendo”.

 

Na Delegacia, o pai da agressora apareceu e finalmente foi intimado da ação. Ele pediu desculpas a servidora e relatou que não é a primeira vez que a filha agride as pessoas.  Ele conversou com a agressora e ela informou onde escondeu o celular da vítima. 

 

A Polícia Civil investiga o caso.

FACEBOOK