NOTÍCIAS RÁPIDAS
NOTÍCIAS

Em São Paulo, jovem de 16 anos MATA pai e irmã para ficar com herança

08/07/2018
Fonte: R7

“Ele confessa que premeditou, que combinou tudo com o primo, que eles estavam acertados para esse intento”, disse a delegada

 

Um jovem de 16 anos confessou ter matado o pai, Francisco, e a irmã, Milena, de 13 anos, com a ajuda de um primo, em Vargem Grande Paulista, na Grande São Paulo.

 

De acordo com a delegada Patrícia Barros, o primo trabalhava no escritório de contabilidade do pai do menino.

 

Resultado de imagem para Em São Paulo, jovem de 16 anos MATA pai e irmã para ficar com herança

“Ele confessa que premeditou, que combinou tudo com o primo, que eles estavam acertados para esse intento”, disse a delegada.

 

Segundo informações do R7, o crime ocorreu na casa em que Francisco morava com os dois filhos desde que se separou de Tânia Macacaris, mãe do suspeito.

 

Resultado de imagem para Em São Paulo, jovem de 16 anos MATA pai e irmã para ficar com herança

“Em nenhum momento eu desconfiei, em nenhum momento”, desabafou Tânia.

 

De acordo com a publicação, o adolescente, após matar a irmã e o pai, fez uma festa no local. A mãe conta que o jovem não estava se relacionando bem com o pai.

 

“Muita briga! O pai descobriu que ele estava usando drogas e deu castigo para ele, não estava colocando comida dentro de casa mais, não estava mais comprando roupas para ele, como sempre fazia. Isso tudo acabou. E o pai começou a dar mais carinho para a minha menina, prestar mais atenção nela e ela estava muito feliz por causa disso, porque o pai tinha reparado ela. Agora meu pai está dando carinho para mim! Agora ele olha para mim! Ele está me chamando de ‘meu bebê’!. Ele amava muito a filha”, revelou.

 

A delegada ficou impressionada com a frieza dos adolescente, que mantiveram os corpos na cena do crim por dois dias.

 

“A menina estava dormindo e ele bateu na cabeça dela com um alteres, já esfaqueou pelo pescoço e ela morreu; aí os dois ficaram esperando, à espreita, o pai voltar do jogo de futebol e quando ele entrou na casa, eles esfaquearam o pai e ele não teve nem chance de reação. Eles limparam toda a cena do crime e botaram os corpos dentro de uma mala”, conta a delegada.

 

Um antigo sócio da vítima e pai do outro adolescente teria ajudado no crime ao levar os corpos até um terreno baldio.

 

“Ele foi cúmplice, sim, e está sendo autuado também por ocultação de cadáver”, diz a delegada Patrícia Barros.

 

A mãe do rapaz acredita que o crime foi motivado por ciúmes.

 

“Ciúmes da irmã, ódio da irmã porque o pai começou a dar as coisinhas para ela, dar mais atenção; eu também, pelas coisas que ele estava fazendo. [O crime aconteceu] Por ódio. Ele nunca gostou da irmã”.

 

A família de Francisco discorda da mãe e acredita que o adolescente tenha matado o pai, pois queria a herança.

 

“Acho que foi por causa de bens materiais porque o pai dele tinha a situação financeira boa. Acho que ele pensou nisso, em ficar com as coisas do pai. O pai era contador, tinha uma loja country e uma vida estável. Inclusive, eles invadiram o escritório e roubaram o dinheiro que ele tinha lá”, conta a cunhada da vítima, Ana Oliveira.

FACEBOOK