NOTÍCIAS RÁPIDAS
NOTÍCIAS

Militares resgatam corpos de 3 mortos na queda de avião no Nortão

14/12/2017
Fonte: So Noticias

Os corpos do pecuarista Leandro Ferreira Pascoal, 28 anos, da esposa, Franciele da Costa Reseto Pascoal, e do filho, de 1 ano, que morreram na queda de um avião entre Juara e Juruena, foram resgatados, esta tarde, por militares da Força Aérea Brasileira, bombeiros, e chegaram, há pouco, no Instituto Médico Legal em Juína, onde é feita a necropsia.

 

Eles foram levados, de helicóptero da FAB, a Juruena e, de carro, até Juína (160 km). O traslado para Juara, onde serão sepultados, vai ser ainda esta noite, confirmou, ao Só Notícias, a Funerária Bom Jesus.

 

O difícil trabalho de resgate feito pelos militares iniciou pela manhã. Por causa da mata fechada, adversidades climáticas, eles tiveram muita dificuldade para chegar no local onde o avião caiu, cortar a fuselagem (com aparelho desencarcerador), retirar os corpos e levá-los até a área onde estava o helicóptero.

 

Conforme Só Notícias já informou, o avião foi localizado pela FAB nesta 4ª feira, por volta das 9:30. Militares desceram do helicóptero e chegaram até a aeronave constatando que o casal e o filho faleceram. Através da assessoria, o sargento Nildener Valmiraldo Santos apontou que as principais dificuldades para encontrar a aeronave Paradise P1, prefixo PU-MMT foram as condições climáticas, matas fechadas, as nuvens baixas que sobem pela manhã devido a umidade da floresta, a grande altura das árvores e as elevações do solo.

 

As equipes de resgate da Força Aérea Brasileira (FAB) chegaram aos destroços da aeronave que caiu após decolar de uma região de fazenda em Colniza (onde as vítimas residiam) com destino a Juara.

 

O piloto era pecuarista e ja havia feito este trajeto para visitar os pais em Juara. O voo na aeronave que conduzia dura, em média, uma hora e meia. No último sábado, ele telefonou para a mãe prevendo horário que chegaria em Juara. Como não chegou, familiares e amigos começaram a se mobilizar pelas buscas. A Força Aérea Brasileira trabalhou com um avião SC-105 Amazonas e um helicóptero H-1H.

 

As causas do acidente são desconhecidas. A Aeronáutica ainda não informou quando deve designar uma equipe para tratar desta questão.

 

FACEBOOK