NOTÍCIAS RÁPIDAS
NOTÍCIAS

Juína arrecada quase R$ 20 milhões em audiências

05/12/2017
Fonte: JuinaNews

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da Comarca de Juína (735 km a noroeste de Cuiabá) chegou a números bastante significativos no que diz respeito a audiências de conciliação. De janeiro a outubro de 2017 foram realizadas 1.387 audiências, com uma média de mais de 80% de acordos resultando num montante de quase R$ 20 milhões arrecadados. Dentre as ações estão pré-processuais e também aquelas já ajuizadas.

Foram realizadas 140 sessões de conciliação, das quais 132 resultaram em acordo, ou seja um índice de 94,29% de acordos obtidos. Também em fase pré-processual foram feitas 227 sessões de mediação, das quais 217 derivaram em acordo atingindo um índice de 95,59%. Somando-se os valores nos acordos em fase pré-processual obteve-se o valor de R$ 17.481.688,93 milhões.

Já em fase processual foram realizadas 1008 sessões de conciliação, das quais 979 resultaram em acordo, com índice de 97,12% de acordos. Também com relação a ações ajuizadas foram realizadas 12 sessões de mediação, das quais 10 resultaram em acordo, ou seja, um índice de 83,33%. Com isso, o montante chegou a R$ 2.483.331,17.

Para o juiz coordenador do Cejusc e diretor do foro, Raul Lara Leite, os números são significativos porque além de contribuir para a solução de litígios, evita que ações sejam ajuizadas e encerram também aquelas que estavam tramitando na justiça, contribuindo para a taxa de arquivamento de processos.

A grande maioria das audiências é relativa a casos de família e execução fiscal, de acordo com o juiz. “Ações de alimentos, por exemplo, demorariam em média dois anos e nas audiências são resolvidas de forma mais rápida e positiva”.

Esse resultado reflete o trabalho desenvolvido de toda equipe do Cejusc, composta por dez voluntários capacitados pelo tribunal para trabalhar como mediadores durante as audiências, além de três servidores do Cejusc de Juína.

“Os resultados obtidos são significativos e demonstram a consciência das pessoas quanto à conciliação”, ressaltou Raul Lara Leite.

FACEBOOK