NOTÍCIAS RÁPIDAS
NOTÍCIAS

Mato Grosso apresentará metas ousadas na COP22 no Marrocos

05/11/2016
Fonte: Olhar Direto

As metas ousadas na busca do desenvolvimento sustentável de Mato Grosso e os avanços da Estratégia Produzir, Conservar e Incluir (PCI) serão apresentados na Conferência do Clima das Nações Unidas (COP22) no Marrocos na próxima semana. A estratégia mato-grossense já é conhecida nas discussões quanto à sustentabilidade, uma vez que faz parte dos desdobramentos dos compromissos acordados pelo governador Pedro Taques na COP21, realizada o ano passado em Paris, na França.



A COP22 será realizada entre os dias 7 e 18 de novembro em Marrakesh, no Marrocos. O convite para Mato Grosso levar mais uma vez ao evento as discussões quanto ao Produzir, Conservar e Incluir (PCI) foi anunciado na última quinta-feira, 03 de novembro, durante a terceira reunião ordinária entre os membros do Comitê estadual da Estratégia.



O diretor-executivo do PCI, Fernando Sampaio, conforme o Gabinete de Assuntos Estratégicos (GAE) do Governo de Mato Grosso, é quem irá apresentar os avanços obtidos desde a instituição da Estratégia em março. O PCI foi criado pelo governador Pedro Taques para acompanhar os desdobramentos dos compromissos firmados durante a COP21 em Paris o ano passado juntamente com o Ministério do Meio Ambiente. A declaração proposta pelo Ministério prevê o desmatamento ilegal zero no Estado até 2020.



A Estratégia PCI será exposta em três oportunidades durante a COP22, conforme Fernando Sampaio. Uma das apresentações será durante uma agenda que inclui a participação de representantes do Peru e do México, onde a sustentabilidade jurisdicional será abordada. A Estratégia PCI também será abordada durante a discussão do papel da tecnologia e da inovação para impulsionar resultados sustentáveis em produções pecuárias, levando em conta a mitigação global das emissões de gases de efeito estufa.



O Gabinete de Assuntos Estratégicos é responsável pela coordenação geral do programa. Segundo o secretário interino da pasta, Vinicius Saragiotto, também serão apresentadas as metas que já foram cumpridas, como é o caso das ações para destravar o módulo de análise do Cadastro Ambiental Rural (CAR), implantadas pela Secretaria de Meio Ambiente (Sema), além do restauro de pastagens realizado pelo setor pecuário mato-grossense.



“Serão apresentados os alcances de três eixos principais. O primeiro deles será o desdobramento daquilo que está sendo realizado nos eixos Produzir, Conservar e Incluir. O segundo, é mostrar que o próprio Estado, independente dos incentivos, já tem uma capacidade de movimentação que faz com que as metas sejam cumpridas naturalmente, e o terceiro ponto, é mostrar que está sendo preparada uma estrutura administrativa que seja sustentável em longo prazo, para poder receber os recursos financeiros internacionais”, pontua Vinicius Saragiotto.

FACEBOOK