NOTÍCIAS RÁPIDAS
NOTÍCIAS

Grupos devem R$ 39 milhões a pecuaristas de MT

06/01/2010

Fonte:MT Agora - Acrinorte

Os 494 produtores credores do grupo Independência em Mato Grosso devem começar a receber parte dos R$ 55 milhões a partir do fim deste mês.

Pecuaristas de Mato Grosso começam 2010 com a expectativa de receber uma dívida estimada em R$ 39 milhões de frigoríficos. O montante representa 70,9% do débito total, no valor de R$ 55 milhões, que os grupos Quatro Marcos e Arantes têm também com os produtores de Goiás, Maranhão e Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Rondônia e São Paulo. No Estado, 773 criadores esperam que o pagamento seja efetuado e reduza a crise enfrentada nos últimos dois anos.

Segundo o superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Luciano Vacari, a expectativa é que sejam aprovados os planos de recuperação judicial das empresas durante as assembléias gerais com credores agendadas para este mês. O encontro com os credores do grupo Arantes está marcado para a próxima terça-feira (12). A reunião, que será a terceira tentativa de acordo, será realizada pela manhã em São José do Rio Preto (SP). Nesse caso, a dívida com os pecuaristas estaduais chega a R$ 13 milhões.

Já a assembleia com os credores do grupo Quatro Marcos está programada para o dia 29 de janeiro, Capital paulista. A empresa e credores irão tentar pela quinta vez fechar um acordo para o pagamento de uma dívida de R$ 427 milhões pendente desde o início do ano passado. Com os pecuaristas de todo o país o valor devido totaliza R$ 35,7 milhões, sendo R$ 26 milhões com 273 pecuaristas de Mato Grosso.

Sobre o plano de recuperação judicial dos dois grupos, o superintendente da Acrimat comenta que há necessidade de readequações. Mas, ele destaca que independentemente das reivindicações dos pecuaristas, o maior impasse está no acordo entre bancos e frigoríficos. "Houve tempo suficiente entre as últimas assembléias realizadas para que as empresas se adequem as exigências dos credores".

A proposta do Quatro Marcos para os produtores é de pagamento da dívida com correção pela taxa Selic, porém, a partir da data aprovação do Plano de Recuperação Judicial. O tempo de carência para o pagamento da dívida será até julho de 2010, mas a proposta dos pecuaristas é que o início de pagamento das 12 parcelas comece em março deste ano e que a correção pela taxa Selic seja retroativa a 6 de janeiro de 2009, quando foi homologado o pedido de Recuperação Judicial da empresa.

No caso do Arantes, o frigorífico propõe pagar a dívida em 12 parcelas, sem correção de juros e garantias de pagamento. Os pecuaristas continuam exigindo juros e correção monetária da dívida e pagamento em 90 dias após a homologação do plano na assembleia

Os 494 produtores credores do grupo Independência em Mato Grosso devem começar a receber parte dos R$ 55 milhões a partir do fim deste mês. A empresa foi a única que no ano passado firmou um acordo com os credores para o pagamento de uma dívida de R$ 194 milhões com 1,524 mil pecuaristas de cinco estados brasileiros. Para dívida de até R$ 100 mil, o pagamento será feito à vista. Acima desse valor será dividido em 24 parcelas.

FACEBOOK