NOTÍCIAS RÁPIDAS
NOTÍCIAS

FCO Itinerante promove desenvolvimento regional

30/12/2009

CARLA FALCI
Assessoria/Sicme-MT

Chegar mais próximo ao empresário, levar informações, divulgar ações e linhas de financiamento foi o objetivo do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme), durante todo o ano, com as realizações do FCO Itinerante em Mato Grosso.

Ao todo, onze municípios do Estado receberam a visita da equipe técnica, que além de promover palestras, debates, esteve à disposição para sanar as dúvidas surgidas. De acordo com o secretário de Estado de Indústria e Comércio, Pedro Nadaf, a ação obteve bons resultados.

“Muitas vezes, o pequeno empresário deixa de investir porque desconhece os benefícios dos financiamentos. Com a descentralização das informações, podemos ver um maior crescimento na economia dessas regiões”. O número de participantes, em 2009, foi de aproximadamente 2.300.

A reunião é organizada pelo Ministério da Integração Nacional, Governo do Estado de Mato Grosso, Secretaria de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme), Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral (Seplan), Secretaria de Desenvolvimento Rural (Seder), MT Regional, Banco do Brasil, Sicredi, Sebrae-MT, em parceria com as prefeituras.

O recurso, aplicado pelo Banco do Brasil e Sicredi, com valores abaixo de R$100 mil não necessitam passar pela avaliação do Conselho Estadual de Desenvolvimento Empresarial (Cedem). A aprovação é exigida para os pedidos acima deste valor, sendo o FCO Rural analisado pela Seder e o FCO Empresarial pelo Sicme.

Sobre o FCO - Fundo de crédito criado pela Constituição de 1988 com a missão de promover o desenvolvimento econômico e social da Região Centro-Oeste. Os recursos do FCO são destinados a financiar empresas e produtores rurais com longos prazos de pagamento (até 20 anos) e baixas taxas de juros (entre 5% e 10% ao ano).

Em 2009, os dados referentes ao FCO apresentaram um total de R$ 758.212 milhões de recursos para Mato Grosso, sendo R$345.408 utilizados nas mini, micro e pequenas empresas e R$ 412.804 para médio e grandes tomadores. Para o próximo ano, o Estado manteve a divisão da aplicação dos recursos, sendo 50% para o empresarial e 50% para o rural.

Municípios visitados:


Alto Araguaia, Arenápolis, Araputanga, Barra do Garças, Canarana, Confresa, Dom Aquino, Juína, São Félix do Araguaia, Sinop, Rondonópolis.

FACEBOOK