Jregional

NOTÍCIA

Data: Quarta-feira, 18/11/2020 00:00

Assédio Sexual em Juína: Mãe Faz um Relato de Como Descobriu Que sua Filha Estava Sendo Assediada pelo Padrasto.

Fonte: Metrô FM

O Assediador era o seu marido que Conviviam há 17 Anos de união. O relato é um pouco extenso mas reserve um tempinho e leiam muito importante a coragem dessa Mulher.

 

“Olá !

Sei que não devo satisfação a ninguém sobre minha vida pois ninguém paga minhas contas ninguém tem nada a ver com minha vida mas já que tanto se especula sobre mim e sobre minha separação , e todos os dias fico sabendo de conversas Contrárias e mentirosas que estão sendo ditas por aí ...

Vamos lá !

 

Hoje a quase 5 meses de separação resolvi desabafar sobre tudo que aconteceu e está acontecendo....

Me chamo Élida muitos já me conhecem pessoalmente outros não, alguns conhecem apenas pelo que ouvem, mas continuando tenho duas filhas uma moça hoje com 17 anos uma de 8 anos, a mais velha fruto de um relacionamento que tive quando ainda era uma menina, e a caçula filha do meu atual ex marido!

 

Vivi por 17 anos com o pai da minha filha caçula ele quem me ajudou a criar minha filha mais velha pois fomos morar juntos ela ainda tinha um aninho de idade e com o passar do tempo ele se tornou o pai dela pois ela nunca teve vínculo com o (pai de sangue pq ele nunca fez questão) enfim, os anos se passaram tivemos minha caçula e até aí tudo certa minha filha mais velha sempre teve muito amor e consideração por ele, sempre confiei nunca suspeitei de nada afinal 17 anos né de casamento, brigas? Claro todo casal tem, para mim era tudo normal, de alguns anos para cá percebi que ele andava estranho comecei a cobrar mudanças, mas nada mudava, comecei a pegar coisas nas redes sociais dele e no celular dele teve até um episódio em que uma cliente minha recebeu uma notificação no Messenger dela e olha só era ele cutucando ela, ela printou e me enviou! Ele por mais uma vez dizia que foi sem querer que era mentira e tal .

 

Ao longo desses 17 anos nos separamos e voltamos uma vez depois dessa volta vivi a vida dele e das minhas filhas pois eu não podia fazer nada literalmente nada a não ser trabalhar, eu não podia ir num mercado , banco ,loja, eu não podia ter amigas pois pra ele todas eram putas assim como ele dizia, enfim ,eu não podia ir a lugar nenhum se ele não estivesse junto pois ele não deixava eu sair sozinha , isso mesmo vivi um relacionamento abusivo mas quando digo abusivo não é em questão de ele me agredir não pois isso ele nunca fez pq ele não era doido , mas sim em me deixar ser uma prisioneira por tanto tempo .

Mas muita coisa foi mudando sabe o relacionamento foi desgastando brigas constantes a relação dele com a minha filha mais velha estava muito difícil ela até fugiu de casa fui atrás busquei e a trouxe de volta ele ficou revoltado dizia que ela tinha ido atrás de macho, mas não, encontrei ela na casa do pai biológico dela isso mesmo ela foi para casa do tal pai que ela nunca teve contato, de tanto meu ex dizer que ela tinha fugido por causa de macho eu me deixei cegar mais uma vez.

 

Vou tentar resumir tudo

 

Esse ano já começou difícil por conta da pandemia as brigas aumentaram e quando chegamos ao mês de maio no dia 31 de maio exatamente eu e ele estávamos discutindo e fui surpreendida pela minha filha mais velha me chamando para conversar, então sentei e comecei a ouvir o que ela queria dizer, e gente ali eu descobri que o cara com quem vivi cegamente por 17 anos estava assediando minha filha!

Minha filha me contou que por várias vezes acordou com ele no quarto dela ali ele deitava na cama dela e começava a alisar o corpo dela tocava os seios dela ela disse que até se mexia para ele ver que ela estava acordada mais não adiantava ele dizia que o pai a amava e que iria se deitar um pouco com ela isso tudo durante a madrugada enquanto eu estava dormindo cansada pois trabalho até tarde.

 

E o pior isso vinha acontecendo desde os 13 anos dela, aí vc pergunta a mais pq ela não te contou? Vcs já viram alguém numa situação dessa contar? Gente vcs não tem ideia de como é ouvir isso de uma filha. Segundo ela ele entrava no banheiro e ficava olhando ela tomar banho, dá nojo só de relembrar tudo que ouvi dela sabe.

 

Chamei ele para ouvir o que ela estava dizendo ele se jogou no chão pedindo pelo amor de Deus para não deixar ela falar para ninguém pedia perdão chorava gritava fez todo um show.

 

A partir daí minha vida se tornou um inferno.

 

Decidi esperar dar a segunda feira pois isso tudo aconteceu num sábado.

Então na segunda queria poder sentar com a minha filha e entender tudo que estava acontecendo, passamos o fim de semana e ele agindo como se nada estivesse acontecendo sabe.

 Então chegou a segunda feira, ele saiu pra trabalhar as 07:00 da manhã eu fiquei deitada como era sempre fiquei deitada mais não consegui dormir então resolvi me levantar pra conversar com a minha filha , gente levantei e dei de cara com a minha filha vindo do corredor com os cabelos molhados ela estava estranha sabe , então fui abracei ela e chamei pra conversar ela só me olhou e disse mãe pq vc não acreditou em mim e aí desmaiou gente naquele segundo percebi que ela tinha tentado se matar, sim a minha menina tentou suicídio entrei em desespero gritei corri lá no serviço dele ele veio pra casa pegou ela no colo e deitou ela na cama ele só sabia dizer que ela ia acabar com a vida dele ...

Peguei minha filha desacordada e coloquei no carro desesperada eu só sabia chorar por medo de perder minha filha, passei na minha mãe para ir comigo pois estava sem rumo então!

 

Seguimos para upa chegamos lá na emergência fizeram lavagem estomacal na minha filha, para mim eu ia perder ela pois ela não reagia, mas graças a Deus ela começou a acordar, e ele? Ele só sabia ligar e pedir para não deixar ela falar com ninguém para não prejudicar ele pq se não ele ia preso ...

 

Ficamos o dia todo na upa pq isso aconteceu as 8:00 da manhã depois fomos transferidas para o hospital municipal lá ela começou passar por psiquiatra ficamos 5 dias lá com ela internada entramos na segunda e saímos na sexta, durante a internação ele não foi lá ele só ligava para se fazer de vítima e pedir pra não deixar ela falar o motivo de ter feito aquilo!

 

Na sexta quando íamos ter alta liguei pra ele e disse que ele teria que sair de casa até pq não tinha cabimento levar minha filha pra casa com ele lá.

 

Ele concordou não cogitou nem discutiu disse que sairia ia dar espaço pra ela se recuperar então no dia 5 de junho nos separamos ele saiu de casa s foi pra uma kitnet ... mas pediu pra eu não falar pra ninguém que estávamos separados pq as pessoas iam querer sabe o motivo né , ele propôs ficarmos separados de casa porém continuar junto kk continuar nos vendo pois segundo ele minha filha logo completaria 18 anos e sairia de casa aí assim ele poderia voltar pra casa , desde que ele saiu de casa sempre falei que não tinha volta que jamais conseguiria voltar a ficar com ele depois de saber o que ele fez com minha filha enfim ...

 

Quando ele saiu de casa saiu falando por aí que tinha saído pq minha filha quis dar” pra ele e ele não quis comer” isso palavras dele tá gente sei pq foi um funcionário dele que contou , depois de 2 meses separados encontrei uma pessoa que graças a Deus entrou na minha vida e me ajudou a ser forte pra passar por tudo isso , mais uma vez começava um inferno pq meu ex descobriu que eu estava me relacionando com outra pessoa ele invadiu minha casa arrebentou o portão entrou fez maior escândalo ameaçou quebrou as coisas pedi pra ele ir embora ele foi mais a partir daí iniciei outra luta pois no outro dia ele começou espalhar por aí que havia se separado pq eu estava traindo ele isso mesmo ele saiu espalhando mentiras a meu respeito típico né.

 

Ele fez tudo isso mesmo ele tbm estando com outras pessoas

Mas pra finalizar .... meu erro foi não ter dito tudo que ele fez logo que descobri pois as pessoas só acreditam no que querem e sabe o pior de tudo é que eu ouvi tanto isso ....

-nossa vcs eram tão perfeitos ele te dava tudo kk eu não ia trabalhar não pra ver

-ou assim nossa coitado do fulano saiu daquela mansão e ela ficou

-ou isso nossa vc viu a mulher traiu o marido dela ....

e se eu tivesse traído ? Seria desculpa pra ele fazer o que fez ? Creio que não né

Ouvi tudo isso pq eu não expus tudo que aconteceu pq deixei ele se passar de santo como sempre fez.

 

Gente só eu sei o que tenho passado desde que tudo aconteceu uma luta atrás da outra e idas em polícia psicólogo psiquiatra julgamentos de gente que não sabe nem da própria vida.

Pelo amor de Deus parem de julgar as pessoas sem saber os dois lados

Parem

De falar da vida alheia parem de apontar a vida dos outros sem saber.

 

Em rede social só mostramos o que queremos vcs só veem o que a gente quer mostrar

Então já que tantos queriam saber o motivo agora sabem realmente o motivo certo. Agora se for para falar da minha vida falem a versão certa.

 

Me separei pq meu ex marido o cara que confiei por 17 anos estava assediando minha filha que o considerava pai dela ...

E mães vigiem seus filhos não confiem em ninguém pq o mau se veste de bom moço de coitadinho quando vc vê já aconteceu e vc só fica se perguntando como não viu como não percebeu !!!!!

 

Aí vc vai perguntar a mais pq não denúnciou ?

Sim eu denunciei ...

Estou esperando a justiça ser feita.

Vou encerrar ak pq a história é muito longa resumi pra vcs tentar entender”

 

Esse é um relato de uma mulher, mãe, vítima, guerreira que teve coragem de expor o que aconteceu com sua família.

Uma mulher admirável que não merece ser julgada como foi, é muito fácil apontar o dedo para quem não está do lado de dentro dessa situação, a Rádio Metrô FM entrou em contato com essa vítima, pedindo autorização para publicar esse relato, que acontece muito mais nos lares das famílias do que imaginamos, e infelizmente tem  medo de denunciar ou até mesmo deixar os fatos bem claros, pois há muitos julgamentos ou até mesmo medo de não acreditarem, os abusadores sempre são pessoas boas, que jamais estariam sob suspeita.

Não se cale denuncie, busque ajuda, tem leis para isso, sem consentimentos é assédio, não importa a situação, toques, apalpar, segurar pelo braço, impedir de sair do local, palavras de ofensas, espiar no banheiro, existem inúmeros tipos de assedio não deixe passar em branco, denuncie para a: Polícia Civil 197, Polícia Militar 190 o disk mulher 180.

Lembre-se de anotar tudo, hora, local, o nome do assediador, se tiver testemunhas se não tiver coragem de denunciar na hora, guarde essas informações, pois no momento que decidir denunciar elas vão ajudar muito.

Que fique bem claro a vítima não tem culpa, que os assediadores costumam colocar a culpa na vítima e se colocarem como pessoas inocentes.

 

Redação e reportagens: Vivian Steffen/ Metrô FM

 
Boletim de Ocorrência