Jregional

NOTÍCIA

Data: Quinta-feira, 31/01/2019 00:00

Homem que matou o "amigo" a pauladas se apresenta a polícia de Juína

Fonte: Juina news

O autor de uma agressão violenta contra Aparecido Pereira dos Santos, 42, conhecido como ‘Cido’, que resultou em seu óbito se apresentou a polícia nesta semana.

 

Vanderlei Cunha Gomes de 31 anos compareceu a delegacia de polícia e confirmou que havia agredido Aparecido com uma ripa.

 

Segundo o suspeito, ele e Aparecido estavam numa festa no bairro São José Operário e ambos consumiram bebida alcoólica, onde a vítima Aparecido ameaçou de morte o suspeito Vanderlei e os dois saíram rumo ao centro da cidade, e chegando próximo ao corpo de bombeiros uma discussão começou, foi então que Vanderlei de posse de uma ripa desferiu golpes na cabeça de Aparecido e fugiu do local.

 

Em uma breve conversa com o site Juína News, Vanderlei disse ter ficado sabendo que Aparecido havia falecido somente no dia seguinte e que não tinha intenção de matá-lo, pois praticamente eram parentes, sendo que Valdecir havia convivido com uma sobrinha de Aparecido e o considerava como tio.

 

Após ser ouvido na polícia, Valdecir deixou a delegacia e responderá pelo crime em liberdade, uma vez que não havia nenhum mandado de prisão em seu desfavor.

 

O crime

Aparecido Pereira dos Santos, 42, conhecido como ‘Cido’ agredido violentamente na cabeça nesta madrugada na cidade de Juína, no Mato Grosso, morreu na unidade de pronto atendimento (UPA). Ele foi encontrado caído próximo a antiga C.O , sendo socorrido por uma equipe do serviço de atendimento móvel de urgência (SAMU). Foi o corpo de bombeiros que acionou o socorro.

 

Cido foi encaminhado para a UPA, onde recebeu cuidados médicos e estava gravemente ferido.

 

À PM, o médico que o atendeu doutor Thales disse que Aparecido chegou sem consciência e com ferimento extenso na cabeça com diagnóstico de traumatismo craniano encefálico, além de escoriações nos dedos do pé.

 

Horas depois, o rapaz não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

 

A Polícia Judiciária Civil iniciou as investigações e acredita que a vítima tenha sido agredida a pauladas nesta madrugada.

 

O corpo da vítima foi levado para o instituto médico legal para exame de necropsia.